08 maio, 2017

Confira os indicados do II FESTIVAL CURTA TEATRO


Por motivo de força maior, não conseguimos realizar a cerimônia de premiação do II FESTIVAL CURTA TEATRO na noite do dia 05/ 05 conforme divulgado anteriormente. No entanto, confirmamos o referido evento para o dia 12/05 (sexta feira), às 19 horas, na Praça da Bandeira. Na ocasião, além da premiação dos melhores do festival em 09 categorias, haverá shows artísticos promovendo a confraternizamos entre todos aqueles que acreditam ou acreditaram no festival, enquanto espaço de produção, difusão e consumo do fazer teatral. Segue a relação de indicados por categoria:

Indicados na Categoria Melhor Processo Cênico
Como Carniça Urubus...ou  Decomposição Cênica – Cia. de Artes Tucujú
Entre Seres – Cia. Trecos InMundos
A Mulher do Fim do Mundo – Casa Circo

Indicados na Categoria Melhor Dramaturgia
Entre Seres – Cia. Trecos InMundos
A Mulher do Fim do Mundo – Casa Circo
A Cena da Cena – Cia. Supernova Teatro Experimental

Indicados na Categoria Melhor Direção
Marina Beckman – A Cena da Cena
Sandro Brito – Entre Seres
Jones Barsou – A Mulher do Fim do Mundo

Indicados na Categoria Melhor Caracterização
Entre Seres – Cia. Trecos InMundos
A Mulher do Fim do Mundo – Casa Circo
Como Carniça Urubus...ou  Decomposição Cênica – Cia. de Artes Tucujú

Indicados na Categoria Melhor Atriz
Ruth Trindade – Um Louco Amor
Beatriz Nonato – Entre Seres
Ane Caroline – A Mulher do Fim do Mundo

Indicados na Categoria Melhor Ator
Paulo Padovani – O Mercador de Contos
Roberto Prata – Um Louco Amor
Silvio Guedes – Uma Flor para Margarida

Indicados na Categoria Melhor Atriz Coadjuvante
Heluana Quintas – A Cena da Cena
Karina Matheus – Entre Seres
Ingrid Ranieri - Como Carniça Urubus...ou  Decomposição

Indicados na Categoria Melhor Ator Coadjuvante
Anderson Pantoja – A Cena da Cena
Valdir Ribeiro – A Cena da Cena
Victor Loran – Uma Flor para Margarida

Indicados na Categoria Melhor Concepção Sonora
A Cena da Cena – Cia. Supernova Teatro Experimental
Entre Seres – Cia. Trecos InMundos
A Mulher do Fim do Mundo – Casa Circo

Comissão Julgadora: Raphael Brito, Celso Dias, Flávio Gonçalves; Mariane Feil, Fred Carvalho e Emerson de Paula

19 abril, 2017

II FESTIVAL CURTA TEATRO - PROGRAMAÇÃO COMPLETA


PROGRAMAÇÃO DA MOSTRA COMPETITIVA

1º DIA
18h e 30m–Espetáculo Convidado “Se deixar Ela canta” da Cia. Cangapé
19h–Solenidade de Abertura do II Festival Curta Teatro/ Homenagem a Celso Dias
19h e 30m–Processo/ Experimento Cênico “Íntimo” de Alan Gomes
19h e 55m-Processo/ Experimento Cênico “Kamikaze” do Movimento Cultural Desclassificáveis
20h e 20m-Processo/ Experimento Cênico “Uma voltinha romântica com o Espeto” da Cia. de Arte Tucujú
20h e 55m-Processo/ Experimento Cênico “A cena da cena” da Cia. Supernova
21h e 20- Processo/ Experimento Cênico “Um louco amor” da Companhia de Teatro Ribaltas

2º DIA
19h-Espetáculo Convidado “Os Saltimbancos” da Cia. Ói Nóiz Akí
20h-Processo/ Experimento Cênico “O mercador de contos” da Cia. Cangapé
20h e 25m-Processo/ Experimento Cênico “Entre Seres” da Cia. Trecos InMundos
20h e 50m- Processo/ Experimento Cênico “A história do antigamente” do Movimento Cultural Desclassificáveis
21h e 20-Processo/ Experimento Cênico “Novo Amanhecer” do Grupo de Teatro Pirlim Pimpim

3º Dia
19h- Processo/ Experimento Cênico “Como carniça urubus...ou Decomposição cênica” da Cia. de Arte Tucujú
19h e 25m- Processo/ Experimento Cênico “Uma flor para Margarida” da Cia. Os Paspalhões
19h e 50m- Processo/ Experimento Cênico “Eclesiastes 3.1/ 3.16” do Grupo Metamorfoseando e Andando
20h e 20m- Processo/ Experimento Cênico “A mulher do fim do mundo” da Casa Circo
21h- Espetáculo Convidado “A Rainha do Rádio” da Esfera Produções Artísticas/ SC

ATIVIDADES FORMATIVAS

Oficina: Elaboração de Projetos Culturais
Instrutora: Mariane Feil/ Esfera Produções Artísticas/ SC
De 25 a 29 de Abril no Teatro das Bacabeiras
Horário: das 09h às 12h

Oficina: O Ator – Criador
Instrutora: Mariane Feil/ Esfera Produções Artísticas/ SC
De 27 a 29 de Abril no Teatro das Bacabeiras
Horário: das 14h às 18h

Mesa Redonda: Dramaturgia Amapaense
Mediador: Joca Monteiro
Dia 29 de Abril no Conselho Estadual de Cultura do Amapá – CONSEC/ AP
Horário: 14h
Mesa Redonda: Memória Afetiva da Cena Tucujú
Mediador: Osvaldo Simões
Dia 29 de Abril no Conselho Estadual de Cultura do Amapá – CONSEC/ AP
Horário: 16h

Roda de Conversa com Ammir Hadad/ Tá na Rua-RJ
Tema: Arte e Cultura enquanto bens públicos
Dia 29 de Abril no Conselho Estadual de Cultura do Amapá – CONSEC/ AP
Horário: 18h

27 março, 2017

25 de Março - Enfim, 18 Anos!

Chegar a maturidade é motivo de orgulho e profunda reflexão! Orgulho pelos 18 (dezoito) anos de sobrevivência, e reflexão sobre as pedras encontradas no caminho, e os artifícios utilizados para superá – las, pautados pelo respeito ao publico que nos acompanha, e ao próximo SEMPRE!
Após anos tentando compreender a cultura e as artes dissociadas do advento de uma missão em plano terrestre, nos encontramos na fase de contemplação das mesmas em suas dimensões simbólicas, cidadãs e econômicas, entendimento este que tende a acelerar o processo de profissionalização da arte que experimentamos enquanto coletivo de empreendedores culturais. Com o passar dos anos, as inquietações e, conseqüentemente, as assombrações foram aumentando, fazendo – nos repensar sobre o que havia posto à mesa: Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz (5x), Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna (2x), Prêmio Agente Jovem de Cultura (3x), Prêmio Funarte de Arte na Rua, Prêmio Leitura para Todos – DLLLB/ MinC (Parceria com o Ponto de Leitura Encanto dos Alagados), Edital Funarte de Ocupação dos Ceus das Artes, Criança Esperança – Rede Globo/ UNESCO e Prêmio Comunidades Duráveis - ADAP.
Todas as conquistas citadas permitiram uma aproximação mais rápida de nossos objetivos, enquanto artistas e cidadão que somos, porém, a inquietação persiste, não conseguimos efetivar uma pesquisa de linguagem que nos identifique, que evidencie nosso teatro de grupo, assim, nossos últimos anos foram marcados como produtora de arte, demonstrando-nos possibilidades reais de sobrevivência, num Estado onde as políticas publicas voltadas ao fazer cultural estão a chegar com um atraso mínimo de 15 (quinze) anos. Tais produções trouxeram a reboque nosso aperfeiçoamento técnico, e isso muito nos orgulha. Ter no Hal de amigos e parceiros que já contribuíram com nossa formação Amir Hadad, Carlos Simioni e Guti Fraga, grupos como Maria Cutia e Luna Lunera de Minas Gerais, Criaturas Alaranjadas do Distrito Federal, Destemperados Teatro e Cinema e Grupo Manjericão do Rio Grande do Sul, Circo Teatro Éramos Três do Paraná, Trip Teatro de Animação e Esfera Produções Artísticas de Santa Catarina, M’Boitata do Mato Grosso, Cia. Cangapé, Cia. Êta Nós..., Grupo Eureca, Grupo Cena Aberta, Grupo Língua Solta e Grupo Bote Fé do Amapá, fazem valer cada passo, cada canelada, cada lágrima! Desculpe se esquecemos de alguém! Se não constam aqui no texto, de certo em nossos corações CONSTA! Nossos sinceros agradecimentos a todos os artistas e técnicos que já emprestaram sua sensibilidade para nossas produções, não os cito para não se ingrato esquecendo alguns, pois são tantos!
Um salve ao Coletivo de Artístas, Produtores e Técnicos em Teatro do Estado do Amapá – CAPTTA, a Rede Brasileira de Teatro de Rua – RBTR, a Rede Nacional de Teatro Infantil – RENATIN, a Rede de Teatro da Floresta, ao Palco Fora do Eixo – PFdE, a Cooperativa Brasileira de Circo e a todos aqueles que ainda acreditam no poder transformador de realidades e futuros da arte.

Aos meus meliantes favoritos: Adriana Rodrigues, Maurício Maciel, Sabrina Zahara, Cléverson Baía, Osvaldo Simões, Bruno Nunes e Josaphat Barbosa, ficam meus agradecimentos de coração pela cumplicidade, por vezes, só conhecida na última hora!
Valeu mesmo! Sucesso e vida longa pra nós! Inquietações e assombrações sempre!!!


01 março, 2017

Oficina de Teatro com Guti Fraga


Parceria entre o Nós do Morro - RJ e Cia. Ói Nóiz Akí - AP, possibilitará aperfeiçoamento técnico a artístas amapaenses. A Oficina de Teatro com Guti Fraga, fundador e diretor do grupo carioca terá duração de 10 (dez) horas, e será realizada no Teatro das Bacabeiras. Inscrições e informações: 096 98114 - 9655 Tim/ WatsApp

20 fevereiro, 2017

II FESTIVAL CURTA TEATRO


Senhores e senhores...
Respeitável público...
É com grande prazer que apresentamos o regulamento do II FESTIVAL CURTA TEATRO.  O mesmo acontecerá no período compreendido entre os dias 26 e 28 de abril do ano em curso, no Teatro das Bacabeiras, e será composto por mostra competitiva de processos/ experimentos cênicos de curta duração, oficinas livres, bate papos, mesas redondas e. show de encerramento e premiação Vale ressaltar, que este ano nossas homenagens vão para o ator, diretor teatral, compositor e carnavalesco CELSO DIAS, por sua inestimável contribuição para a cultura e as artes no Amapá, em especial ao teatro.
Com um pouquinho mais de dificuldades do que o ano anterior, porém, com dose ainda maior  de “maluvideza”, os obstáculos serão superados, pois esta edição esta sendo construída pelas mãos de todos que queiram e puderem ajudar. Confirmado na grade de programação do festival a participação da Esfera Produções Artísticas/ SC, com seu espetáculo “A Rainha do Rádio” e a Oficina O Ator-Criador.


Vamos lá...1,2,3...valendo!

12 janeiro, 2017

OFICINA DE TEATRO PARA CRIANÇAS


Na sequência de nosso calendário de ações formativas para o ano de 2017, apresentamos nossa primeira turma de teatro voltada especificamente para crianças. As aulas serão ministradas por técnicos do Ói Nóiz Akí, devidamente registrados no Ministério do Trabalho e Emprego. As aulas ocorrerão aos sábados na sede do Conselho Estadual de cultura do Amapá – CONSEC, sito a Avenida Cora de Carvalho – 1842 – Centro, e terão duração de 03 meses, com espetáculo de encerramento ao final do curso. O investimento é de R$ 180,00 (cento e oitenta reais), divididos em 03 parcelas de R$ 60,00 (sessenta reais).

Através do e-mail: oinoizaquitraveiz@gmail.com ou dos telefones: 096 99155 1036 Watsapp e 98114 9655 você pode solicitar a ficha de inscrição ou informações adicionais.


Oficina de Preparação Musical para Atores (e não-atores)


Iniciamos o ano de 2017 e com ele, um calendário recheado de atividades formativas. A primeira delas, é esta Oficina de Preparação Musical para Atores (e não-atores), ministrada pelo cantor, compositor, instrumentista e preparador musical Paulo Bastos.
Na ocasião, serão repassadas técnicas de canto e respiração que favoreçam a atuação do ator/ atriz em ação interpretativa. Além de orientação fonoaudiológica, sobre os cuidados antes, durante e depois de trabalhos com a voz.
A carga horária da oficina é de 12 horas, com certificação ao final.
Através do e-mail: oinoizaquitraveiz@gmail.com ou dos telefones: 096 99155 1036 Watsapp e 98114 9655 você pode solicitar a ficha de inscrição ou informações adicionais.